Moradia e gastos em Québec

Salut, salut!

Você provavelmente já se perguntou algumas vezes sobre o assunto. Onde morar? Quanto eu gasto? Quais os meus direitos e deveres? O que eu posso exigir ou questionar?

Vamos tentar responder à algumas dessas questões de forma rápida e simples. Então prepare seu hot-dog, coloque muita ervilha, milho verde e purê e “bora” ler com calma.

Começaremos pelo início. Você já conhece um pouco os bairros? Sabe quais são suas localizações? Esse é um fator importante na hora de tomar sua decisão.

Os subdistritos

Os principais subdistritos da cidade de Québec são:

  • La Haute-Saint-Charles;
  • Charlesbourg;
  • Beauport;
  • Sainte-Foy/Sillery/Cap-Rouge;
  • Les Rivières e;
  • La Cité-Limoilou;

img_cartevilleDe cara, os mais conhecidos são Sainte-Foy (ou Ste-Foy)/Sillery/Cap-Rouge, Charlesbourg e La Cité-Limoilou (muita gente conhece este, mas não sabe disso). Dentro de cada um destes subdistritos (chamados de arrondissements) existem os bairros. Estes sim, provavelmente você já ouviu falar de algum e dentre eles os mais conhecidos como:

  • Montcalm;
  • Limoilou;
  • Vieux-Québec;
  • Vieux-Port;
  • Saint-Roch.

Todos estes ficam dentro do subdistrito de La Cité-Limoilou e, em geral são considerados a região central da cidade, que também incluem Saint-Sauveur, Maizeret e Saint-Sacrement. De todos estes, os 3 lugares mais caros para se alugar são Vieux-Québec, Montcalm e Vieux-Port, com apartamentos de 1 dormitório chegando ao preço médio de $900,00/mês. Outro bastante conhecido é Sainte-Foy. Esta é a região onde ficam os shoppings mais frequentados (Place Ste-Foy, Place de la Cité e Place Laurier), além da Universidade de Laval e o Cégep Ste-Foy (o maior de Québec).

HDR17
Chute Montmorency

Beauport, situado mais ao leste, é uma região de belos duplex (já vamos explicar os termos usados) e casas de subúrbios. É também onde fica situada a Chute Montmorency. Charlesbourg também é bem conhecido pelos conterrâneos tupiniquins. Apartamentos novos, bairros ainda em expansão, construções em concreto. Fica mais ao norte e há acesso ao centro da cidade pelas rodovias ou pelo Metrobus 801, que passa de 5 em 5 minutos em horário de pico. Em Beauport temos o Metrobus 800 que parte quase ao lado da cachoeira. Estes 2 ônibus passam pertinho do centro da cidade, pelo Cegép e universidade e param no fim de Ste-Foy, conhecido como Pointe-de-Ste-Foy.

Sabendo um pouco disso, vamos a algumas dicas interessantes:

Para quem gosta de fazer tudo a pé e estar perto dos acontecimentos mais importante na cidade, os bairros de La Cité-Limoilou são os mais interessantes. Dentre eles, existem 3 bairros que o custo X benefício é bem confortável, mas… (porque sempre existe um mas) você tem que estar disposto a ouvir alguns ruídos. Nada que incomode ou que seja um absurdo, mas é preciso levar em conta que as construções dessa região em geral são entre 1900 e 1960 e, apesar de estarem em bom estado, o isolamento acústico não é do tipo abrigo militar bem feitas.

Em Montcalm, próximo ao Plaines d’Abraham (principal parque da cidade e palco do festival de verão), existem construções de prédios altos e feitos em concreto, mas o aluguel de um 3½ pode chegar a bagatela de CA$ 900,00. Ok! Muitos dirão “mas é tudo incluso”! Já veremos isso.

Termos usados

  • 1½ – um cômodo: geralmente quarto/sala e banheiro;
  • 2½ – dois cômodos: sala/quarto, cozinha e banheiro (nossas kitnets);
  • 3½ – três cômodos: sala, quarto, cozinha e banheiro;
  • 4½ – quatro cômodos: sala, dois quartos, cozinha e banheiro;
  • 5½, 6½. O número inteiro é a quantidade de cômodos e o ½ é o banheiro;
  • Duplex – construção com 2 apartamentos separados (e não 1 apartamento com 2 andares);
  • Triplex – construção com 3 apartamentos;
  • Quadriplex, quintuplex e assim vai;
  • Éclairé/Non Éclaire: é a eletricidade;
  • Chauffé/Non Chauffé: aquecimento;
  • Eau chaude: água quente;
  • Tout inclus: geralmente está incluso eletricidade, aquecimento e água quente;
  • Meuble: o apartamento já vem mobiliado, mas verifique o que possui e o que falta;
  • Semi-meuble: nesse caso, a maioria das vezes tem os eletrodomésticos, lavadora e secadora. Em alguns estes itens podem ser inclusos com um valor a mais no aluguel, algo em média de $15/mês;
  • Balcon: varanda;
  • Cours à l’arrière: jardim na parte de trás.

Pode acontecer de o aquecimento e água quente serem por conta do locatário, ou seja, tudo é conectado na eletricidade e você paga a fatura. Quanto mais água quente e aquecimento usar, mais caro a conta. Outros incluem apenas aquecimento, pois este é feito por aquecimento de água através de uma fornalha a óleo. Ou seja, o aquecimento fica por conta do proprietário e você paga apenas a água quente e a eletricidade, e assim por diante.

Existem milhões de opções. Mobiliado, semi-mobiliado, tudo incluso, você paga apenas eletricidade, etc. Tenha em mente que você deve perguntar qualquer coisa, por mais boba que pareça! Não tenha medo e nem vergonha de questionar. Vale até perguntar pro atual locatário (se estiver lá) o porque ele está saindo. É obrigação do proprietário responder com honestidade e mostrar o apartamento que você irá locar. Sim, aqui também existem aproveitadores e já vimos casos em que o proprietário mostra um apartamento livre que diz ser igual ao que a pessoa irá alugar e depois quando a pessoa entra é outra coisa.

…O bail

le_bail_cb_660x300Aí você se pergunta: bom, mas aí é reclamar e trocar ou sair, certo? Veja bem… Não é bem assim e é por isso que você deve SEMPRE questionar tudo que for necessário. O bail é assinado com sangue a caneta e deve ser cumprido até o final. E é por este motivo que sempre recomendamos aos novos imigrantes de NÃO ASSINAR um bail antes de visitar o apartamento e tirar todas as dúvidas. Assina-lo e cair numa cilada pode ser sinônimo de, no mínimo, 1 ano de muita dor de cabeça.

Dito isso, deve ficar claro que o bail pode incluir várias cláusulas. Por exemplo: você visitou o apartamento e se interessou por ele, mas infelizmente a pia da cozinha está vazando e a torneira não é muito alta, o que dificulta lavar a louça. Sem problemas! Você pode negociar isso com seu proprietário e pedir que ele coloque a troca destes itens, com um prazo, no bail. Assim que assinado, o proprietário é obrigado a cumprir com ele. Dessa forma você aluga um lugar interessante, mas não precisa aceitar tudo como está. Caso o proprietário se recuse a colocar como cláusula no bail, não assine e corra que é cilada Bino.

A Régie du Logement

Legal! Agora que já sabe o básico na procura de um apartamento, dê uma olhada nas cartilhas da Régie du logement. É a autoridade que cuida dos alugueis no Québec. Um exemplo que é explicado nestas cartilhas é a história de o proprietário solicitar 3 meses de antecedência. Nestas cartilhas fica bem claro que é contra a lei pedir meses adiantados. O que é permitido é o pagamento, adiantado, do primeiro mês e/ou cheques pré-datados, não mais do que isso. Portanto, um proprietário que exige pagamento adiantado, descofie! Muitas vezes vai te dar trabalho caso precise de alguma manutenção no apartamento.

Procurando imóveis

Você pode pesquisar apartamentos para alugar no site do Kijiji. É o mais usado no Québec e funciona super bem. As pessoas respondem aos questionamentos e você pode marcar visitas tranquilamente. Detalhe importante!!! Chegue no horário marcado! Atrasos por aqui são considerados como ofensa.

Energia elétrica

Após a assinatura do Bail, é necessário entrar em contato com a Hydro-Québec (empresa concessonária de energia) e solicitar a mudança da conta de luz para o seu nome. Essa mudança é OBRIGATÓRIA para o locatário e deve ser feita o quanto antes. Você pode informar a data de início do aluguel, então não se preocupe de fazer isso com antecedência. Existe uma taxa administrativa para abertura da conta de $50,00. Separe esse valor para o primeiro mês.

745px-hydro-quc3a9bec_logo-svg_As contas são sempre referentes a 2 meses de uso, mas você pode solicitar um tipo de conta que vem todo mês com o valor igual calculado sobre a média dos últimos 12 meses. Depois eles irão corrigir esse valor, não se preocupe se o antigo locatário gastava mais energia que você. Caso vocês se mudem depois de 1 ano e vocês gastaram menos energia, a empresa enviará um cheque com o valor de crédito.

Internet, tv e telefone

Existem 2 principais empresas que fornecem o serviço de internet, tv à cabo e telefonia (móvel e fixa). A Bell e a Videotron. Ambas fornecem bons sinais e pacotes, mas a Bell é considerada não muito boa na pós venda.

Para apenas internet agora existe também uma empresa chamada Oricom. Empresa québécoise e com preços abaixo da média. Para quem procura reduzir os gastos no início e ter apenas internet, essa pode ser uma boa opção.

Estacionamento

Ah! Mas além de muito purê no meu dogão eu quero comprar um carro assim que chegar, onde eu estaciono?

Ótima pergunta! A grande maioria dos apartamentos na região central não possuem garagem ou estacionamento. Ou, se possuem, você paga por isso. Os valores podem ir de $15/mês até a facada pelas costas na jugular de $75/mês. O que fazer então? À partir de algumas ruas pra mais longe do centro você pode simplesmente estacionar na rua, mas na parte mais central existe uma tolerância. Placas que marcam “Seg-Sex das 9h às 16h 90 min, exceto ‘vignette’ 16” por exemplo. Esta vignette é por região do bairro e você precisa ter um carro no seu nome (precisa mostrar a immatriculation) e um comprovante de endereço. Este comprovante precisa ser uma conta da Hydro-Québec ou o certificado de seguro do carro com o endereço atual.

ph_stationnement_vignette
Permissão de estacionamento por 30 minutos em certos horários/dias

A vignette tem um custo de $80,00/anual e poderá deixar seu carro estacionado na rua, nas regiões indicadas pelo número do adesivo do carro. Nesse caso, não há limite para deixa-lo ali. Porém, durante a operação de déneigement você precisa tirar o carro da rua. Como na maioria das vezes o serviço de déneigement é feito por região, você com certeza terá que estacionar em algum outro local, pago ou não.

Dicas

Bom, depois de tanto blá blá blá e um post enorme, deixo aqui algumas dicas para você que já começou essa busca infinita por lugar para morar na cidade de Québec.

  1. Escolha os bairros do seu interesse;
  2. Procure no Kijiji indicando bairros e o que busca (4½ tout inclus);
  3. Olhe no Google Maps a localização dos lugares escolhidos e arredores;
  4. Pelo código postal que o Google Maps dará ou estará no Kijiji, pesquise pelos serviços oferecidos nas empresas de internet/tv/telefone;
  5. Verifique trajetos de ônibus aos lugares de seu interesse e tente saber se é muito complicado.
  6. Se for o caso, no Maps você consegue ver os pontos de ônibus próximos, verifique nome das ruas e depois vá no site da RTC para ver horários dos ônibus (algumas linhas passam entre 30 minutos e 1 hora apenas);

Não esqueça de fazer comparações. Vale a pena saber se aquele apartamento em Ste-Foy de 3½ com tudo incluso e custando $800 sai realmente mais barato que um 4½ sem nada incluso em St-Roch à $700.

Aí você me diz: mas é claro que sai mais barato em Ste-Foy porque é tudo incluso. Faremos as continhas rápidas:

  • Em Ste-Foy você precisa pegar o ônibus caso queira vir para o centro da cidade, isso entra no seu custo;
  • Caso venha de carro, precisa incluir preço de gasolina e, algumas vezes, estacionamento;
  • O apartamento é um 3½, ou seja, apenas 1 dormitório.
  • Em St-Roch você não precisa pegar ônibus ou ir de carro caso queira andar pelo centro. Alguns passos e está onde tudo acontece;
  • O apartamento é um 4½, ou seja, 2 dormitórios;
  • Apesar de não ter nada incluso o custo médio de eletricidade mensal é de $70,00;
  • Caso tenha carro e precise ter uma vignette você dilui os $80,00 no ano ($6,70/mês)

Assim sendo, o custo total médio de um 4½ em St-Roch sai por $776,70/mês, o 3½ tudo incluso de Ste-Foy sairia pelos mesmos $800,00.

Portanto, pesquise bem e saiba realmente o que quer e procura. Isso vai ajudar a manter o foco na hora de encontrar o que mais te agrada, no local que gosta e com tudo que te interessa.

É isso aí! Ficamos por aqui. Esperamos que tenham curtido o post e que este possa ajudar você na hora das pesquisas.

Agora não esqueça do hot-dog com muito purê, 2 salsichas e bastante vinagrete porque a pesquisa vai te dar fome! Compartilhe com os coleguinhas de imigração! Eles vão adorar saber um pouco mais sobre o assunto.

Bonne chance!


Glossário deste post

  • Déneigement – serviço de limpeza de neve;
  • RTC – Réseau de transport de la Capitale;
  • Bail – contrato de aluguel;
  • Vignette de stationnement – etiqueta adesiva para estacionamento na rua;
  • Immatriculation – documento de registro do veículo.
Anúncios

10 comentários em “Moradia e gastos em Québec

  1. Olá, Boa tarde!

    Alguma sugestão para procurar apartamento para quem está indo para estudar por 5 meses (abril2018-setembro2018).

    Comparando os preços do AirBNB com Kijiji a diferença é surreal.

    Grato.

    Curtir

  2. Olá Gianni!
    Ótima matéria, esclareceu muitas dúvidas e eu com certeza vou utilizar o conhecimento adquirido aqui no meu processo de imigração!
    Só uma dúvida restou: enquanto eu buscava por lugares legais em Montreal, me deparei com um bairro chamado Le Plateau Mont Royal. Me interessei muito por ele, soube que tem uma vibe bem turística e boêmia. Mas olhando aqui na sua lista de arrondissements, não o encontrei. Na verdade, não entendo bem como funciona essa história de subsistritos e arrondissements… Minha pergunta é: onde está o Le Plateau nisso tudo? No mapa, quero dizer.
    Abraços e sucesso!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá Adriana!

      Então, na verdade em questão dos valores dá pra se basear bastante em praticamente todas as cidades do Québec, variando um pouco de uma pra outra. Os bairros são da cidade de Québec, pois é onde moro.
      Atualmente passo a semana em Montréal e os fins de semana em Québec, mas ainda não estou tão habituado com todos os lugares para poder explicar melhor.

      De qualquer forma, o que posso dizer é que o Plateau é realmente bastante procurado por pessoas que estão chegando, mas pelo que ouvi falar, os aluguéis são um tanto quanto altos. Porém não saberia dar mais informações.

      Abraços e continue acompanhando o blog, as vezes eu posto alguma coisa… 😀

      Curtir

  3. Gianni, acompanho teus posts no grupo do face e sigo o dogão aqui também!!!! Tá show demais!!!! parabéns pelo blog e pelas excelentes dicas!!!! Abraços e ano que vem estarei por ai!!!!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Olá, vi em alguns anúncios a necessidade de referências por parte do pretendente. Isso é algo que o imigrante pode contornar (através de um seguro por exemplo) ou melhor partir para outra ? Obrigado !

    Curtir

    1. Olá Wladson.
      O que pode-se fazer é sempre tentar negociar da melhor forma possível e chegar a um entendimento com o proprietário, uma vez que as referências não existem para os imigrantes (salvo aqueles que já conhecem alguém por aqui). O que não se deve aceitar é fazer depósitos de alugueis adiantados, pois essa prática vai contra a lei da Régie du logement. Caso isso aconteça, procure outro proprietário, sempre haverão várias opções.

      Curtir

  5. Post magnifico. Mto legal. Obrigado.
    Qual a dica que Daria para uma pessoa que quer morar em casa, em lugar bem tranquilo, mas de facil acesso ao centro?
    Passei por ste-foy em minha visita ao Québec e gostei mto. Existem varios bairros desse tipo por ai?

    Curtir

    1. Olá Rafael, que bom que curtiu.

      Digamos que próximo do centro, casas fica bem difícil, mas os bairros que tem essa opção e são os mais próximos: Montcalm e Sillery.
      Só um aviso! Os aluguéis nesses bairros para casas podem chegar a pequenas quantias de $1.600 à $2.500. Se estes valores estão bem acima do seu orçamento ou do que imaginava, faça a concessão da “distância do centro” e escolha Cap-Rouge, Beauport ou Charlesbourg. São ótimas opções e o acesso ao centro da cidade pode ser feito pelo Metrobus. Além disso, os preços são mais acessíveis também.

      Abraços e continue conosco. Não esqueça de compartilhar com a galera e curtie nossa página no facebook.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s